Um estudo marinho 🌊🌊💧💧🌏🦈🐳🐟🐠🐡🦞🦀🦪

O livro, que é uma paixão cá em casa e na escola também, é a Imagipédia.
Depois de uns tempos da vida dele a trabalhar linguagem, depois de uns tempos a fazer associações animal-foto, animal-imagem, imagem-imagem, imagem-sombra, muita Natureza, jogos de sons iniciais, finais, intermédios (nestes ainda estamos a trabalhar), habitats dos animais,  ciclos de vida de plantas e animais, continentes e seus habitantes animais e humanos, chegamos (há já alguns tempos, mas só agora consegui falar sobre isso) à belíssima idade dos PORQUÊS 🙂 
Já tinhamos feito alguns trabalhos temáticos, mas quisemos ir mais além. Além disso, a sede de vocabulário alimentou novas aprendizagens, combinada com o Jogo Simbólico que ele realiza em volta dos animais miniatura e a sua própria experiência no mundo em volta (na Natureza).

Mas ele tem de saber estas palavras todas? – perguntam vocês. Não. Não é com a intenção de “obrigar” a saber. É com a intenção de colocar nele uma semente. Uma semente de curiosidade. Lembro-me de em tempos ver este trabalho em blogs de outras mães e me questionar “Mas as crianças têm de aprender isto?” – por me parecerem conceitos algo abstratos e complexos. Claro que estes materiais têm em vista a concretização de uma abstração e ajudam imenso à aprendizagem. E eles aprendem mais do que imaginamos e nos mostram (lembremo-nos de que, como dizia Maria Montessori, eles têm fases de exteriorização das aprendizagens, mas também fases “silenciosas” em que parece que não aprendem nada mas estão, na verdade, simplesmente a absorver e a repetir tudo internamente). No entanto, não me surpreenderia se daqui a umas semanas ele usar algumas destas palavras no seu vocabulário.

As placas de cores são da Caixa de Cores no 3 Montessori.

E o resto da tinta foi aproveitado para exploração, dando uns bonitos quadros que tornam a casa mais fresca nestes dias quentes de verão alentejano 😊😊😊

Estantes:

Os temas favoritos divergem entre os animais de um modo mais particular (características, partes do corpo, como nascem), corpo humano (anda com muito interesse em como nascem os bebés, sistema digestivo e agora também o circulatório), horta com plantas e animais a ela relacionados.

A Matemática e os números vão e vêm, e a Linguagem também, mas:

É claro que tinha de ser o o de… Ovo 🙂 ❤️❤️❤️
Estes grafismos, que achei fantásticos e muito aliciantes pelas simplicidade e foco na Natureza, são daqui. Estou a explorar os materiais desta página e são mesmo interessantes. Pena não haver mais disto em português :p
Despertou nele um imenso gosto por grafismos e algumas letras! Inicialmente usamos o prato com farinha, mas ele agora quer mesmo desenhar na lousa. A mesma vem na maleta das letras magnéticas que já mostrei em posts anteriores e que é esta aqui. Sinceramente, não é o alfabeto móvel Montessori, mas semelhante e para já dá muito bem para uma situação de aprendizagem em casa. Só observo que poderia ter mais exemplares de cada letra. Mas, em caso de necessidade, farei mais algumas à mão.
No entanto, não temos trabalhado muito, apenas agora só quando ele quer, porque são as férias deles.
E eles ganham tanto em apenas brincar! 
Vamos seguindo os interesses, como sempre. 
Mas é visível que, aos 5 anos, os interesses e a fase de desenvolvimento começa a ser outra ♥️

Leave a Comment